Bitcoin Cotação

sábado, 14 de julho de 2018

#19.1 [REFLEXÃO] Morar sozinho?


Estou prestes a completar os 30 anos e desde 2016 eu tenho amadurecido a ideia de morar sozinho, atualmente convivo com minha mãe e irmãos, eu ajudo um pouco em casa, economizo em média quase metade do que eu ganho, em quase quatro anos aportei uma quantia razoável de dinheiro para um pobretão que nunca ganhou mais de 2k, minha família nunca foi muito unida, a começar pelos meus pais que se odeiam, mas é a vida, sempre sonhei em casar novo e ter a familinha doriana, estilo comercial, porém quanto mais conheci as pessoas, e principalmente as mulheres eu acabei por desistir desse sonho, não só por elas mas por mim mesmo e minha inadequação perante a sociedade, isso não vem ao caso nesse post.

Minha mãe me ajuda muito por ser dona de casa, tenho afinidade com parte dos meus irmãos, já com outros nem tanto, tenho meu quarto, minhas coisas, mas chega uma hora em que você quer ser mais livre, ter a vida só sua, atualmente ganho pouco menos de dois salários mínimos, sou concursado e tenho horário flexível no meu emprego, de meses em meses há uns dois anos "procuro" casas para alugar nos sites de imobiliárias da região, dou preferência por morar no mesmo bairro por causa da locomoção, pois moro em um local com facilidade de ônibus, não quero ficar mais meia hora dentro do ônibus, o que não é tão bom nos bairros vizinhos, todos os dias vejo a dificuldade dos moradores desses locais para fazer baldeação, não cogito morar nos bairros mais conhecidos da região onde resido pois são locais com excessiva quantidade de moradores e mesmo com mais opções de condução o congestionamento e o maior valor do aluguel e o número de moradores não mudaria a minha realidade e eu odeio ambientes muito urbanizados e favelizados de alguns bairros de SP. Eu gostaria que a casa tivesse dois cômodos e banheiro e um pequeno quintal para pendurar roupa e tomar um sol já que passo a maior parte do tempo em casa, o local teria de ser independente, pois escuto muita gente falar de quintais compartilhados e os problemas com vizinhos vileiros, uma praga em SP e arredores, também prezo pela segurança, imagino o olho grande de algumas pessoas quando você chega com mudança. Encontrei uns alugueis de R$ 450,00 até R$ 600,00, mas para eu ficar confortável eu pagaria até R$ 500,00, sei que parece uma pobreza para a finasfera cheia de empresários, funças de elite e grandes empregados corporativos, mas essa é a minha realidade e a de muitos brasileiros.

O impacto nos aportes seria imenso, fiz as contas aproximadas de aluguel, água, luz, gás, compras e internet, sobraria muito pouco dinheiro, talvez uns R$ 200,00, muitos me aconselhariam a procurar outro emprego que ganhe mais, mas não é algo simples e não quero mais ficar numa casa que não é bem minha, não quero ter de aturar visitas chegando de surpresa, namorado da irmã, quero ter liberdade de fazer o que quiser na minha casa, não cogito dividir casa, ap, viver em pensão nem nada, fosse para fazer isso eu conviveria com gente da minha família, e eu não confio em estranhos. Outro motivo para essa mudança é o crescimento pessoal, terei de cuidar de mim mesmo, fazer coisas de gente grande, compras, contas todas minhas, lavar minha roupa, limpar minha casa, fazer minha comida e depender de mim mesmo, parece coisa de mimadinho, mas aqui em casa eu muito limpo meu quarto(raramente, sou bagunceiro), lavo meus sapatos e cuecas, compro algumas coisinhas que tenho vontade como frutas e pão e pago uma ou outra conta e só. Não quero brincar de gente grande, quero ter minha própria vida.

Algo que me deixa na duvida é no caso da minha mãe, pois ela é dona de casa e não tem renda, nem aposentadoria, meu medo é que eu inicie uma debandada de casa,  com meus irmãos indo embora na sequência, com esse salário que eu ganho não tem como eu me manter e ajudar ela, mas também sei que com a minha saída eu posso reduzir as despesas em casa. Espero que tudo de certo e o impacto não seja negativo. Não falei nada com ela, só quando estiver tudo certo e decidido. Eu teria de comprar fogão, gás, microondas, mesa e geladeira e isso implicaria em acabar com aportes, fora a decisão de comprar carro ou moto para locomoção, isso é outra história, pois envolve impostos, peças e essas merdas, mais despesas.

Se eu tiver coragem e vergonha na cara para tal, entre meados e fim de 2019 eu já estarei morando sozinho, será uma nova fase na vida, tenho de mudar.

Abraços.




10 comentários:

  1. Porque não fazer um esforço e comprar logo um AP /kit net /terreno , acredito que seu credito como funça seja ótimo, 50k seria ótima entrada ou lance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fora de cogitação, crédito é enganação e eu nao romantizo casa própria, não quero pagar condomínio e pelas minhas contas eu não tenho dinheiro para tal, prefiro pagar aluguel e usar o que sobrar para juntar em uma casa MINHA depois de 20 anos vivendo numa casa de um terceiro do que pagar 30 anos de JUROS para organizações criminosas que sao os bancos, pois durante 30 anos essa casa é do banco e não sua. Essa é a minha opinião.

      Excluir
    2. Darei meu dinheiro de entrada para esses canalhas, para ter um AP vagabundo em um lugar fudido, posso até fazer um texto sobre um programa do governo e como empreiteiras e o governo nos usam como gado.

      Excluir
  2. Menos de 2k não vale a pena morar sozinho.

    ResponderExcluir
  3. Olá, muito bacana seus textos, achei muito divertido o do dia dos namorados.
    Já sobre morar sozinho, praticamente me identifiquei com seu relato, morava com meus pais também, tinha uns 23 anos, até que em 2014 fui nomeado num concurso, na época para ganhar R$ 1.950,00 e R$ 800 ticket alimentação, como já queria ser mais independente do papai/mamãe, foi uma bela oportunidade de morar sozinho na marra e em outra cidade ainda rs.
    Acabei encontrando uma casa simples 2 quartos, banheiro, sala e cozinha e com os móveis, geladeira tv, máquina de lavar em uma avenida próximo a rodoviária, ao mercado e a 15 minutos do trabalho (fiquei numa pensãozinha nos primeiros dias e a dona tinha essa casa que praticamente ficava vazia já que ela fica cuidando da pensão, foi muiiiiita sorte!). Comida não era problema, pois tinha o cartão do vale, mas em contra partida, sentia muita pena de ver aqueles R$ 700,00 do aluguél, mais as continhas de água R$ 40,00, mais a energia R$ 60,00, a internet R$ 100,00 indo embora e deixando de compor meu aporte, fora os probleminhas que as vezes aconteciam e precisava resolver tirando do bolso, ou seja por baixo uma despesa de R$ 1000,00 para uma pessoa para manter a casa.
    Após alguns anos neste serviço veio a convocação para outro concurso que havia feito, este na minha cidade para ganhar praticamente o mesmo salário, benefícios. Pensei: quer saber!, vou voltar para a casa dos pais, la´tenho meu cantinho, ajudo numa conta aqui outra acolá, com mercado, e de cara foi isso mesmo, foi como se eu tivesse aumentado meu salário em R$ 900,00, já que agora essa grana iria para meu projeto de longo prazo. Sei que hoje é meio dolorido olhar na planilhinha e ver que quase R$ 20.000,00 se foram em aluguel dos anos que fiquei fora. Hoje sinceramente vou ficando na casa dos pais até quando eles me chutarem daqui kk E vou juntado um $ e ainda consigo ter sobra do salário para gastar comigo mesmo, para passear, fazer cursos, comprar alguma coisa que quero.
    Até curti morar sozinho, chegar em casa depois do serviço se jogar no sofá, poder levantar mais tarde, tomar banho sossegado sem nínguem batendo na porta apressando, encher a geladeira de "porcariada". Mas para a minha renda achei caro demais ter esses pequenos mimos. Quem sabe se eu passar num próximo concurso, com salárinho bem interessante, possa ter novamente esta experiência. Mas ganhando 3k/mês realmente não rolou.

    ResponderExcluir
  4. minha sugestão:

    https://acervost.blogspot.com/2018/07/como-morar-sozinho-e-nao-se-ferrar.html

    abs!

    ResponderExcluir
  5. Junte o máximo que puder, para no futuro poder comprar algo para você, não é demérito morar com os pais !!

    ResponderExcluir
  6. Carinha, posso te dar uma sugestão? 1) Como muitos te disseram, morar sozinho vai reduzir drasticamente teus aportes. 2) Acho muito bonito o teu zelo com o futuro da sua mãe. 3) Se vc quer um pouco mais de responsabilidades, pq vc não começa a assumir aos poucos as responsabilidades financeiras da casa da sua mãe, não digo todas, mas algumas. Ajudaria sua mãe, te daria maior maturidade para se preparar para sua fase "adulta" independente. Sei lá, acho que seria uma opção! Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Passo por uma situação parecida, mas é tanta comodidade que perde e tanto trabalho a mais que vem, que geralmente acabo deixando quieto. Acho que só quando eu casar mesmo.

    ResponderExcluir