Bitcoin Cotação

quarta-feira, 18 de abril de 2018

#16.2 [REFLEXÃO] Chegando no limite...

Eu e o Futuro Alfa pensando em como melhorar as coisas rsrs 

Esse ano acabei sendo um pouco negligente com os estudos sobre investimentos, o motivo principal é que eu acredito que chegou a um ponto limite, pois por mais que use das criptos, escolha "boas" ações e fiis não terá impacto suficiente para eu elevar o montante que tenho com aportes pequenos, ano passado cheguei a aportar 6k em um mês por causa do FGTS, mas foi um fato atípico. E
stou fazendo milagres, fui dos quase R$ 5k para R$ 100k em 2017, algo surreal, mesmo considerando os meus atuais R$ 70k. Tirei leite de pedra. Voltando para o raciocínio anterior, com o conhecimento que eu possuo, com R$ 10k em 2017, possivelmente agora eu estaria numa semi-if, claro que tudo fica no terreno da especulação. Preciso aumentar minha renda, mas o Brasil não é para amadores.

Em 2017, fiz umas vendas no mercado livre, porém o que me atrapalhou foi os Correios, você importa um produto, eles junto da RFB retém suas coisas por quase três meses, isso quando não burlam a lei e você é taxado em compras abaixo de US$ 100,00 mesmo que seu vendedor seja PF, antes que me xinguem, é uma unidade de cada, no máximo três, e algo de pouco giro,  ai você faz sua venda, os correios demoram um mês para entregar, isso de SP para o RJ, totalizam de quatro a cinco meses, eu não posso fazer estoque, pois como relatei, é um produto de baixo giro e de nicho, e como estava começando não posso arcar com os fodendo impostos para vender na legalidade, por ora desisti de revender pois se voltar a fazer isso tenho de me dedicar.

Outra solução seria ganhar uma promoção no órgão em que trabalho, mas para isso eu teria que ser muito sortudo, geralmente a preferência é para servidores antigos, ou que trabalhem em um setor exclusivamente de chefia administrativa, mas onde estou a maioria dos diretores e os setores são da área médica, ou técnica algo exclusivo para eles, e minha carreira é a mais desvalorizada no órgão, então promoção está fora de cogitação. Pelo que eu vi aumentaria em R$ 400,00 líquidos, o que seria bom, mas não compensaria o stress de lidar com subordinados que ganham mais do eu, são difíceis de lidar, pois onde trabalho a maioria da mão de obra são servidores em desvio de função, e como vi durante esses quase quatro anos, chefes são reféns dos funças e seu corporativismo, fora os problemas políticos que respingam em uma chefia de um setor do órgão .

Uma alternativa seria voltar para o setor privado, mas tem três "poréns", um é que ser ex-funça é algo mal visto pela sociedade, mesmo com o pseudo status, o funcionalismo com razão é visto como algo ruim. Com a situação econômica no BR sempre os entrevistadores ficam com a pulga atrás da orelha se você é vagabundo, se você irá largar futuramente o emprego para assumir outro concurso, na iniciativa privada só são bem vistos funças específicos, os de alto cargo como juízes, médicos, da área tributária, das forças armadas e policiais e ex-policiais, mas se o cara for um funça médio e não tiver um currículo acima da média, sem chance. O segundo "porém" é largar a "segurança", posso ganhar "mal", mas sei que todo mês (ao menos até agora em SP) terei meu salário no quinto dia útil do mês, como sabem, BR desde que eu entrei no mercado de trabalho, há uns 10 anos é insegurança pura. O terceiro "porém" é que eu nunca fui um cara sociável, então nunca fui bom em networking, e como todos sabem, para ir bem no setor privado, contatos são imprescindíveis, junte a isso o fato de que antes de eu ter entrado no setor público eu nunca estive em um bom nível no setor privado, sempre tive serviços de base, por ser de de baixa qualificação e mesmo me qualificando não acredito ter o suficiente para passar pela peneira da IP, e acredito que o custoxbeneficio para isso não compensaria pelo que ela oferece, são pouquíssimas empresas no Brasil.

A alternativa mais próxima seria buscar nova aprovação em concurso de nível acima do meu, mas em minha ultimas provas fui muito mal, e como fiquei três anos sem estudar, regredi muito.

Cheguei ao ponto em que vou ter de largar algumas coisas, tomei minha decisão... Até a próxima.

terça-feira, 10 de abril de 2018

#16.1 [REFLEXÃO] Medo!?

Solidão ou paz?
Eu sinto duas dores, uma é a provocada pela incompetência e impotência perante as mulheres,  como se eu fosse um homem incompleto, a outra é a dor por não suprir os desejos latentes que todo ser humano tem, o sexual, o afetivo e o psicológico, sentir outro corpo, ter bons momentos, histórias para lembrar, mesmo que eu saiba que é uma ilusão passageira.

É triste saber que acordar ao lado de uma mulher na cama, flertar e atrair uma mulher, sair em um fim de semana com a namorada, marmita ou ficante são coisas banais para a maioria dos homens, sinto-me um leproso, ou um invisível, dependendo do ponto de vista, o quê é pior é ter a chance de encerrar esse ciclo vicioso e parar diante do medo do novo e desconhecido. Ficar com pensamentos na cabeça de que se chegar lá falharei ou serei ridicularizado por ela por ser um cabaço de quase 30 anos nas costas, isso desde a adolescência.

Não ter com quem compartilhar isso é outra dor, sou cercado de casadinhos e manginas cada qual orgulhosos ou por serem homens de verdade para a sociedade ou por ser o pegador, o conquistador que tem fama, e eu sou visto como esquisito, caso abrisse essa verdade com alguém, logo a fofoca rolaria solta e eu seria visto de maneira pior do que sou. Acredito que muitos caras em minha situação já teriam se matado, não sei até hoje de onde vem o meu desejo de viver mesmo sendo um merda, não sei se é por saber que tenho potencial ou sei lá o que.

Esse ano eu tenho de matar esse meu "eu" e enfrentar o medo, não só de mulheres e relacionamentos mas o de arriscar em tudo, mudar de vida, não dá mais para ser um fracassado.

"Eu prefiro ser o idiota momentâneo do que ser o eterno fracassado."
Rodrigo Gaitolini

domingo, 8 de abril de 2018

#16 [ATUALIZAÇÃO MENSAL] Março/2018 - R$ 51069,54* (-31,63%)

Sobre as criptomoedas: O Samy avisou...

Composição da carteira
  • TESOURO DIRETO
Carteira: R$ 913,57 (0,43%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. Agora estou 100% no tesouro selic.

  • CDB
Carteira: R$ 2581,64 (0,47%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes.

  • POUPANÇA
Carteira: R$ 115,49 (0,38%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. 

  • LCI
Carteira: R$ 3184,56 (0,59%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes.

  • DEBENTURES
Carteira: R$ 1313,27 (0,36%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. Esse mês perdeu para a poupança.

  • MONETUS (RF & RV)
Carteira: R$ 986,69 (0,12%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes.
  • FIIs
Carteira: R$ 1761,33 (-0,34%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. 
  • AÇÕES
Carteira: R$ 1310,63 (1,84%)
Aporte: R$ 300,00
Resumo: Comprei mais 24 cotas da ITSA4, quero completar o lote, ela é a responsável pelo saldo positivo da carteira e recebi esse ano dividendo, 
  • TRADER ESPORTIVO
Carteira: R$ 72,83 (0,00%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Larguei de mão do trade esportivo, a NBA está chegando aos playoffs e não sei se compensa apostar, o pior que sempre quando tenho palpites interessantes não analiso ou aposto nas partidas e o resultado se concretiza positivo, que raiva.
  • CRIPTOMEDAS
Carteira: R$ 38819,53 (-37,89%)
Aporte: R$ 300,00
Resumo: Comprei mais algumas criptos, as escolhidas foram Vsync, Status, Landem e Amon (ICO), falta eu escolher mais dois projetos para o meu portifólio das 40 criptomoedas, o risco será grande, até agora estou tomando um prejuízo, minha carteira está sendo segurada pelo Bitcoin, o Ethereum Litecoin a algumas moedas mais antigas, estou com prejuízo até na Nano, uma das minhas queridinhas na carteira.


 Eu estou como acima, não estou muito preocupado em vender...


E eu que pensei que esse ano seriam só alegrias e que no fim de 2018 eu estaria como na imagem acima rsrs, mas fazer o que. Pelo que sei, o BTC pode cair mais um pouco e chegar aos 20k, ao que parece as baleias ou sairão fora ou estão comprando mais, mas pelo que soube elas estão observando o mercado, esperando o que fazer.

Aporte: R$ 600,00

Esse mês eu voltei de vez para minha zona de conforto, parei de "chorar", mas parei de focar no desenvolvimento pessoal e tocar os meus projetos, estou caminhando para o que eu era em 2017 e anos anteriores, só estou no trabalho-casa, casa-trabalho, talvez um cineminha, assisti filmes e séries na Netflix e negligenciei os estudos sejam de finanças ou de outra área. Meu segundo bimestre foi improdutivo o primeiro foi ok, mesmo com péssimos resultados, de resto sem novidades.

Abraços.

terça-feira, 20 de março de 2018

#15.3 [REFLEXÃO] A Dor


Esses dias eu estava pensando sobre suicídio, não sobre o meu ou algum desejo, pois não penso nisso e sim sobre o quê leva uma pessoa a tal ato. Cheguei a conclusão que o aspirante a suicida não quer tirar a própria vida e sim acabar com a dor que domina sua mente, coração e espírito.

Para essa pessoa a morte é uma porta de saída, eu mesmo já fiquei com imensa vontade de morrer por diversas vezes, como se isso fosse solução para os meus problemas, isso dói mais quando você percebe que mesmo com mudança financeira, física ou outra ainda continuaria na merda psicológica, pegue como exemplo pessoas famosas que tiram a própria vida e o alto índice de suicídios em países ricos.

O pior é aguentar a clicherizada das pessoas com frases motivacionais vazias, inspiradas em literatura barata ou quando te taxam como pessimista e chorão, você fica com alcunha de leproso, ou você é simplesmente taxado como louco, ninguém tenta te entender, ai chega mês de novembro e a cambada de FDP ficam pagando de engajados antissuicidio por causa da campanha do novembro amarelo, como se só naquele mês as pessoas precisassem de ajuda.

Eu sei que você não quer morrer, assim como eu não quero, você quer ser feliz, quer acabar com essa dor dentro de você mas está triste porque não consegue e não sabe como acabar com isso, não tem motivos para querer se sente em um beco sem saídas, a vida é uma sucessão de acontecimentos tristes e felizes, o lado bom é que até as nossas situações na merda passam. Fora o sentimento de culpa, eu mesmo pensei em me matar por acreditar que se eu não tivesse existido, a vida dos meus pais seria melhor, pois eu cresci vendo ambos se odiar, eu me via como um estorvo, é aquele lance de você não ter pedido para vir para a porr* desse mundo. Eu fiquei com um dilema, por um lado queria viver e tentar até não dar mais, e quem sabe um dia ser feliz e por outro lado eu queria fujir com a morte e ir embora desse mundo, escolhi a primeira opção, mas ai descobri uma coisa, a felicidade nunca chega, na real ela vem e vai embora durante toda a nossas vidas, infelizmente é isso, não estamos aqui apenas para lidar com o amor, mas também para aprender com a dor.

Eu não posso pedir para não fazer isso por sua família, mas pense em você, se matar não acabará com sua dor, apenas acabará com seu corpo físico.

domingo, 11 de março de 2018

#15.2 [RELATO] Mudança de ares...

cena da série Os aspones

Fala pessoal, depois de três anos acabai sendo transferido para outro setor, de inicio fiquei puto, pois estava acostumado a trabalhar no mesmo local, conhecia todo mundo e o pessoal não queria que eu saísse mas depois me conformei, pois com toda mudança podem vir coisas boas também. Ainda não está confirmado se eu ficarei aqui, acredito que sim. Aviso que isso não implica em nenhuma mudança pecuniária, continuarei a ganhar o mesmo, possivelmente trabalharei menos.


Agora trabalho com muitos chefes, asponagem demais, é um lugar mais "politico", digamos assim, tem o lado ruim, pois tudo tem de ser certinho e qualquer vacilo pode ter mais impacto do que se eu trabalhasse no meu antigo setor. Minha antiga atividade era repetitiva e um pouco pesada, mesmo que envolvesse apenas papel, meus colegas as vezes me sobrecarregavam (o que ocasionou em problemas no meu serviço) e eu por ser trouxa tentava ajudar todo mundo, muitas vezes até o contribuinte (dentro da lei, claro), pois eu via muita preguiça e má vontade das pessoas, fora que as pessoas não queriam usar da tecnologia para fazer as coisas mais rapidamente.

O lado bom, é que possivelmente até o fim desse semestre a servidora que estagia no meu antigo setor (aquela mesma de quem eu gostava), será transferida para lá e se no meu caso a mudança for oficializada e permanente eu não terei de ver ela e o namorado, meu colega, juntos e ela toda efusiva para cima do cara e com semblante sério  e de nojo para mim, tinha dias que eu via aquilo sem ligar, tinha outras que ficava com imensa raiva. Quando ele(o namorado dela) ficou sabendo que eu sairia de lá, fiquei com duvida se o espanto era real ou fingimento dele, pois um dia o cara estava me tratando de um jeito estranho no outro como amigo, vai saber, povo louco, mas foda-se.

Com essa mudança, percebi uma coisa, infelizmente é real, percebi que o setor público serve quase que sempre aos políticos e quando é conveniente a eles, a população, quando eu entrei na administração pública, acreditava que ela poderia mudar se tivesse uma boa gestão e com servidores eficientes, mas a cada dia naquele lugar a verdade foi jogada em minha cara, até o ponto em que eu peguei nojo daquele lugar e dos funcionários públicos no geral, mesmo eu sendo um deles.

Meu chefe deixou as portas abertas para quando eu quiser ou puder voltar, porque ele não queria que eu saísse, mas como foi um pedido do chefe dele e motivado por um funcionário do setor de chefia central, então não tinha como ele bater de frente para eu ficar e na real, não quero voltar mais (ao menos o que penso agora), cansei de me foder, carregar o piano, vou usar o sistema, como todos eles usam, vou trabalhar em um local mais sossegado, com colegas (aparentemente) mais colaborativos, consequentemente trabalharei menos, é errado? Sim, mas não tem o que eu fazer, isso é Brasil, dance conforme a musica. Agora espero dominar o serviço, não ficar tão dependente de ninguém, até para me virar quando estiver sozinho.

Há males que vem para o bem, nesse caso não são bem males, uma situação que não queira se tornou vantajosa para mim. A maior parte das minhas postagens são deprimidas e não vou mudar, claro que também fico feliz, mas não é sempre que coincide e dá tempo de postar aqui ou são coisas significativas de postar. Sem eu querer, resolvi dois problemas, estou até dormindo "melhor" por não estar em um lugar que só me fodo, espero que essa mudança seja sinal de outras coisas boas daqui para frente. Abraços.


terça-feira, 6 de março de 2018

#15.1 [REFLEXÃO] Desistir?


As vezes eu me pergunto se eu morresse agora será que eu faria falta as pessoas? Por um lado acredito que sim, mas apenas pelo utilitarismo, por ser um bom empregado, um bom colega de trabalho, por outro lado acredito que eu não faria falta como ser humano, não consigo criar vínculos com as pessoas, motivo esse que explica o fato de eu não ter amigos ou namorada ( na verdade eu nunca tive um relacionamento e amigos só na infância ), não consigo equilibrar minha introspecção com a vida social, comecei a refletir isso quando vi que os únicos com quem posso desabafar sem ser considerado louco, são estranhos da internet que se identificam comigo, não sei.

As vezes eu queria desistir de tudo e ir vender miçangas na praia, viver na natureza, tacar o rodasse para a corrida dos ratos, diplomas, status, busca por mulheres para "comer" , a imagem de fodão, mas até para isso eu precisaria ter grana, pois eu não seria louco ou corajoso o suficiente para viver com a corda no pescoço, senão já teria ido para os States virar ilegal.

Meu otimismo de inicio de ano se foi, ao que parece voltarei a ser o procrastinador, vagabundo e acomodado de sempre, como sabem, é difícil lutar contra nosso corpo. Não estou correndo atrás de mulher, pois, desperdicei muito tempo com isso no ano passado e não obtive retorno sei que muito por minha culpa, até desisti de ir atrás da moça do post anterior, ela foi no meu setor, acredito que falar com o meu colega, eu perdi toda a coragem e não conversei com ela, vou abortar essa ideia e seguir co minha vida mesmo me doendo em ver que deveria mandar a real na cara dela e que talvez ficasse em paz comigo depois disso. Outro problema é a pressão por eu ser pobre e estar na porta dos trinta, para ver minha situação, eu não fiz o planejamento financeiro para esse ano, do que iria comprar, ações, fii, RF, qual a porcentagem alocada em cada investimento, larguei de mão, só não foi completo pois estou refazendo a planilha de aportes.

Voltando a parte dos vínculos, fico com inveja ao ver colegas mandando mensagem para esposas, namoradas, conversando com amigos coisas bobas e tendo isso como forma de gerar vínculos e eu sendo um esquisito que quer ficar só, ou conversar sobre coisas sérias e profundas, assuntos maçantes e chatos. Acredito que se não fosse eu ter mãe eu já teria me matado. Parece que eu sou um homem sem lugar no mundo, como se eu não devesse existir, acredito que isso seja o motivo da minha melancolia, descrença e misantropia.

Eu me pergunto, porque eu não posso ser como todo mundo? Mesmo que eu queira mudar, irei contra a minha natureza. Passei a vida inteira me lamentando pelo passado que perdi e sonhando com o bom futuro que nunca chega, que perdi as boas coisas do presente, oportunidade de estudar e buscar bons cargos, arriscar alguma boa faculdade, conhecer mulheres e aumentar minhas experiências sexuais e amorosas, sei que não é o fim, tudo é uma fase.

Abraços!!

sexta-feira, 2 de março de 2018

#15 [ATUALIZAÇÃO MENSAL] Feveiro/2018 - R$ 74090,52* (-3,54%)


E a luta continua!!!



Composição da carteira
  • TESOURO DIRETO
Carteira: R$ 909,62 (0,41%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes, estou apenas com tesouro selic, chega a dar uma tristeza ver o quanto a renda fixa e o tesouro estão tão ruins. foi-se os tempos dourados de ganhos de 0,90% por mês... 

  • CDB
Carteira: R$ 2579,39 (0,42%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes, sem novidades.

  • POUPANÇA
Carteira: R$ 115,05 (0,40%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes, poupança perto do tesouro e da RF.

  • LCI
Carteira: R$ 3166,01 (0,65%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes e sem planos para faze-los, mas ainda não fechei a carteira do LCI.

  • DEBENTURES
Carteira: R$ 1308,56 (0,63%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes, mas cada vez mais fico com vontade de pegar dinheiro e ao invés de comprar tesouro ou CDBs, investir em debentures.  

  • MONETUS (RF & RV)
Carteira: R$ 985,51 (0,28%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. A bolsa ajudou no crescimento pífio.

  • FIIs
Carteira: R$ 1811,48 (-2,49%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes e uma pequena queda, muito ajudada pela queda preço da CNESB11 que ficou abaixo do preço médio e redução do valor das cotas de todos os FIIs, resumindo foi isso.

  • AÇÕES
Carteira: R$ 986,96 (3,43%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Sem aportes. A novidade foi o crescimento do ITSA4 por causa da subscrição o que elevou a busca por compradores, eu  não tenho direito por não ter a quantidade minima, pois possuo apenas 41, fiquei arrependido de não ter o lote 100, mas acredito que ainda posso ter um bom preço médio e acredito nela no longo prazo. Já a FRAS3 segue decepcionando, mas também é uma aposta de longo prazo. Mês passado ganhei dividendos das duas, fiquei feliz, ainda mais no caso o ITSA4, pois eu já fui devedor do banco quando era cliente, cheguei a ficar com o nome no Serasa, hoje sou um (micro) acionista.

  • TRADER ESPORTIVO
Carteira: R$ 72,83 (0,00%)
Aporte: R$ 0,00
Resumo: Ainda não reativei minha conta e estou extremamente inclinado a parar com trader esportivo, não tenho saco e não quero usar tempo para ficar acompanhando os jogos em tempo real, seja para sair deles antes de perder, seja para obter um "grande" ganho e realizar lucro antes de terminar o jogo. Só não fiz isso porque é divertido.

  • BITCOIN
Carteira: R$ 39031,15 (6,21%)
Aporte: R$ 0,00 
Resumo: O BTC teve um pequeno crescimento, mas muito longe dos tempos de ouro, parece até que nunca mais ele irá ter aqueles picos monstruosos.  

  • ALTCOINS*
Carteira: R$ 23168,15 (-16,12%)
Aporte: R$ 800,00
Resumo: Esse mês eu apenas aportei em altcoins, adicionei  mais algumas a minha carteira, GAS, NEO comprei um pouco de NEO, tem uma que eu ganhei ao fazer um cadastro e estava aberta a distribuição, a SPHERE, ja a tenho há uns dois meses, mas agora que ela está com um valor solido resolvi deixa-la na carteira, tenho 50 tokens. As maiores perdas foram de VERGE (-78,71%), NEM (-63,38%), VCASH(-59,27%), WAVES(-56,41%) e BitcoinZ (-39,42%), a sorte é que são moedas pequenas, mas comprei na alta. Meus maiores ganhos são como Litecoin (3693,34%), comprei a menos de R$ 18,00 e hoje  está a R$ 600,00,  os outros destaques Dogecoin (1840,00%) e Ethereum (1756,49%), mesmo com a  queda comparada ao ano de 2017. A sangria no mundo das criptos continua.

Aporte: R$ 800,00

Somente aportei em altcoins seguindo o plano para fechar a carteira de alts, possuo 32 moedas/tokens em minha carteira, acredito que chegarei a 40, e se eu chegar nesse número, apenas farei a troca caso apareça uma altcoin/ICO promissora. Quero fechar o lote de ITSA4 e FRAS3, após isso vou parar de aportar em ações por motivo estratégico. Ainda estou longe de "fechar" as carteiras de tesouro, CDB, LCI,debentures e altcoins.

Tenho novidades para relatar, mas farei isso em uma próxima postagem. Abraços.

*OBS: Fiz alteração no valor das da atualização motivado por uma fração de Ether que está em uma corretora e não havia contabilizado na postagem de 02/03, fiz a alteração em 06/03.

OBS: Minhas analises e minha carteira de investimento e a especulação de criptomoedas é algo de cunho pessoal e individual, não faço recomendação de nada.